TIRE SUAS DÚVIDAS. Ligue para gente: (21)2226-5113
Portal IBKL

Blog

DIA MUNDIAL DO RIM: UM ALERTA SOBRE OS PROBLEMAS RENAIS

Dia 12 de março é o Dia Mundial do Rim. Por isso, durante todo o mês, instituições de saúde do mundo inteiro promovem campanhas, palestras e eventos como alerta para os problemas renais. O nefrologista Bruno Zawadzki, Diretor de Soluções Educacionais do IBKL, nos informa como diagnosticar e prevenir as doenças renais:

“Doença Renal Crônica – DRC é a perda progressiva do funcionamento do rim no que se refere à taxa de filtração glomerular – capacidade do rim de filtrar de forma progressiva e irreversível. No Brasil, assim como em todo o mundo, o grupo que apresenta maior incidência de doenças renais é o de idosos. Isso acontece porque a doença renal crônica tem uma correlação grande com duas doenças, também mundialmente prevalentes, a hipertensão e o diabetes. É claro que existem outras causas para doença renal crônica, mas estas são as causas mais frequentes em todo o mundo.

A DRC pode ser estadiada em 5 fases de acordo com a taxa de filtração glomerular. É comum que, em cada estágio da doença, apareçam complicações relacionada à perda progressiva da filtração glomerular como, por exemplo, na anemia, doenças ósseas, distúrbios eletrolíticos ou distúrbios ácido base, dentre outros. Finalizando o estadiamento, avaliamos a perda de proteína na urina, que também é capaz de predizer prognóstico.”

E quais os sintomas de alerta para os problemas renais?  O Dr. Zawadzki explica: “é muito importante saber que a doença renal crônica nos estágios iniciais, não gera sinais e sintomas. Na verdade, a suspeição clínica e a investigação proativa dessa condição é fundamental para se fazer o diagnóstico nos estágios iniciais e, consequentemente, prevenir a progressão da doença. Nos estágios mais avançados, aí sim ela pode apresentar alguns sinais e sintomas como anemia, queda do estado geral, perda do apetite, náuseas, vômitos, edemas, redução da diurese, enfim, são alguns achados que podem surgir, incluindo o aparecimento de hipertensão e diabetes, como já citamos anteriormente.

É importante para as pessoas saberem em relação à saúde dos rins, que é fundamental cultivar bons hábitos de vida, controlando a pressão arterial e o diabetes, evitando a obesidade, o sedentarismo e mantendo uma boa alimentação. Tudo isso está relacionado com a saúde dos rins. Fique atento!”

Mais informações sobre o tema vocês podem acompanhar em nova matéria na próxima semana. É o IBKL aderindo à campanha mundial de alerta sobre os problemas renais!