TIRE SUAS DÚVIDAS. Ligue para gente: (21)2226-5113
Portal IBKL

Blog

Engajamento em educação do Hospital Pequeno Príncipe surpreende e recebe prêmio

Cada vez mais instituições de saúde estão aderindo às metodologias ativas de ensino para o treinamento dos profissionais.  No entanto, começar a usar uma técnica como a simulação realística e conseguir um bom engajamento da equipe em um novo modelo de educação continuada pode ser um desafio intimidador. O Hospital Pequeno Príncipe, referência em atendimento pediátrico no Brasil, deu este grande passo em 2019 e já obteve excelentes resultados, que foram compartilhados com os instrutores presentes no IBKL Connect.

Mudanças exigem planejamento

Antes da parceria com o IBKL para desenvolver um plano de educação e inaugurar um Centro de Simulação, no segundo semestre de 2019, o Hospital Pequeno Príncipe já trabalhava com educação continuada. Entretanto, os cursos eram teóricos e abertos para os profissionais que estivessem disponíveis no momento da realização.

Cláudia Baroni, Supervisora do Centro de Simulação Realística do Hospital Pequeno Príncipe, conta que o primeiro passo para um engajamento de sucesso foi alinhas os objetivos da equipe de educação com os principais líderes das equipes, criando uma grade de cursos mais organizada: “Quando iniciamos as atividades no Centro de Simulação, reunimos todos os diretores e coordenadores das áreas para explicar como seria o processo de treinamento. Destacamos a necessidade de eles inscreverem colaboradores que poderiam participar dos cursos, com um cronograma possível de incluir, de acordo com a escala de cada um”.

engajamento pequeno príncipe

Horário dos cursos influencia no engajamento

Outra estratégia importante adotada no hospital foi a de padronizar os horários dos treinamentos, que passaram a ser realizados sempre ao início ou ao final dos plantões, como conta Cláudia:

“Começamos a fazer os treinamentos sempre no início ou no final dos plantões, a não encaixar em algum horário ali no meio. Os profissionais já chegam e vão direto para o centro de simulação, em vez de se envolverem no atendimento a algum paciente e com outras situações que acabam impossibilitando que eles frequentem as aulas. Sempre às sete da manhã, ou às sete da noite”, destaca.

Como toda mudança, a chegada da metodologia de ensino em simulação realística também enfrentou alguma resistência por parte da equipe no início, mas logo essa barreira foi ultrapassada e o envolvimento dos profissionais cresceu exponencialmente:

“No começo, por ser algo novo, assustava. Gerava curiosidade, mas eles também ficavam apreensivos, perguntavam se teria prova, o que aconteceria se não passassem, se iríamos contar para os coordenadores… Mas desde agosto estamos realizando os cursos diariamente e agora já estamos em um nível de receber pedidos dos próprios profissionais para participarem, e querendo saber quando será o próximo curso. Recebemos as escalas dos coordenadores e já conseguimos até encaixar colaboradores que demonstraram interesse e têm disponibilidade para os treinamentos”, explicou a coordenadora.

A equipe de educação do Hospital Pequeno Príncipe foi premiada no IBKL Connect com o Prêmio Distinção IBKL na categoria Engajamento, pelo sucesso dos seus colaboradores no programa de educação permanente utilizando o método da simulação realística.  Eles mostraram que para um resultado que traga real impacto, a experiência do aluno deve ser memorável.

Se você também quer um plano de educação de excelência em sua instituição de saúde, entre em contato com o IBKL e vamos conversar sobre as melhores soluções educacionais para as suas necessidades. Continue acompanhando nos próximos dias os cases de sucesso dos nossos clientes em nosso blog e redes sociais.