TIRE SUAS DÚVIDAS. Ligue para gente: (21)2226-5113
Portal IBKL

Blog

O Protagonismo do Enfermeiro

Hoje iremos falar um pouco sobre protagonismo profissional. E o profissional em questão é o enfermeiro. Na enfermagem, o protagonismo traz um conceito relacional de: “quem é esse profissional dentre os outros multiprofissionais?”. O enfermeiro é o profissional que tem conhecimento científico para conduzir suas ações para o cuidado humano. Para entender o protagonismo do enfermeiro, temos que voltar um pouco no tempo e descobrir como o cuidado humano se tornou essencialmente valorizado na medicina. Veja:

 

Florence Nightingale

O protagonismo do enfermeiro está diretamente relacionado à trajetória de Florence Nightingale e de todo seu legado sobre o cuidado. Ela foi a enfermeira responsável pelo desenvolvimento das bases técnico-científicas da Enfermagem Moderna no século XIX, e a dedicação que devotava aos doentes reduziu drasticamente as mortes nos hospitais em que atuou na Inglaterra. 

Nos dias de hoje, diante da pandemia e a espera pela vacinação no Brasil, os ensinamentos de Florence Nightingale nunca estiveram tão atuais. Medidas como a prática técnica de lavagem das mãos, limpeza dos hospitais e dos ambientes domésticos, e a implementação de boletins epidemiológicos como medidas de acompanhamento da doença e da curva  epidêmica tornaram-se imprescindíveis para o combate durante a pandemia.

 

Ethel Parsons

No Brasil, a enfermagem moderna, idealizada por Florence, chega por meio da missão de cooperação técnica para o desenvolvimento da enfermagem, liderada pela enfermeira americana Ethel Parsons. Assim, a profissão traz seu protagonismo aliado a várias especialidades, convergindo em ações centradas no cuidado ao ser humano e inserindo-se na prática interdisciplinar.

O protagonismo do grupo profissional traz heranças históricas de sua origem, busca de identidade e valorização profissional. O enfermeiro assume várias responsabilidades em diferentes especialidades: assistencial, educacional, científica e empreendedora. 

 

Crescimento da área

O curso de enfermagem é o 5° que recebe maior número de matrículas por ano. A área tem ganhado cada vez mais estudantes e profissionais. Em todas as regiões do país tem se destacado,  desenvolvendo-se  dentro da ciência e da tecnologia.

Segundo o relatório “State of the World’s Nursing 2020”, da OMS em parceria com o ICN, no mundo existem cerca de 28 milhões de profissionais de Enfermagem. 

No Brasil, dados do Cofen mostram que há mais de dois milhões de profissionais presentes na totalidade dos municípios brasileiros, em todos os níveis de atenção à saúde. Esses dados indicam que nenhuma agenda global pode ser concretizada sem esforços articulados e sustentáveis para maximizar a contribuição da força de trabalho da enfermagem e seu papel em equipes de saúde multiprofissionais.

 

Fonte: Biblioteca Virtual de Enfermagem.