TIRE SUAS DÚVIDAS. Ligue para gente: (21)2226-5113
Portal IBKL

Blog

OMS: Investimento em profissionais da saúde é um dos desafios da década

A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou no dia 13 de janeiro um relatório com os treze principais desafios de saúde pública da próxima década. Mais investimento para profissionais da saúde aparece como um dos destaques, junto ao combate às emissões de gases do efeito estufa, a ampliação do acesso à saúde básica, a preparação de nações contra epidemias, o aumento do saneamento básico, entre outros.

Desafios complexos, mas possíveis com os investimentos necessários

A lista  da OMS foi criada com a contribuição de especialistas de todo o mundo, projetando os principais problemas que afetam a saúde. O relatório destaca que os recursos  que estão sendo atualmente investidos nas principais prioridades são insuficientes.

Em nota, o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus diz que “a falta de investimento coloca vidas, meios de subsistência e economias em risco.  Nenhuma dessas questões é simples de resolver, mas é possível. A saúde pública é uma escolha política, e é preciso perceber que a saúde é um investimento no futuro” . O chefe da ONU completa:  “os países investem na proteção de seu povo contra ataques terroristas, mas não contra o ataque de um vírus, que pode ser muito mais mortal e muito mais prejudicial”.

OMS desafios da década

OPS-OMS/Sebastián Oliel

Educação para profissionais de saúde é demanda urgente

O subinvestimento crônico na educação e emprego dos profissionais de saúde, associado a uma incapacidade atual de garantir uma remuneração digna, levou à escassez de profissionais de saúde em todo o mundo. Esta é uma falha que compromete substancialmente os serviços de saúde de forma geral e a assistência social.

A OMS estima que até 2030, o mundo precisará de 18 milhões de novos trabalhadores da saúde, principalmente em países de média e baixa renda. Metade destes profissionais devem ser enfermeiros e parteiras. É urgente estimular novos investimentos para treinar profissionais de saúde e pagar salários mais justos e atrativos.

Para OMS, investimentos geram dividendo triplo

Para Tedros Ghebreyesus, o mundo precisa fazer mais para apoiar os profissionais do setor, que precisam de melhor treinamento, melhores salários e mais proteção. Segundo dados da agência da ONU, 70% da força de trabalho global na área de saúde é formada por mulheres. Por isso, o diretor-geral da OMS reafirma que investir no setor gera um dividendo triplo como saúde, crescimento econômico e igualdade de gênero.

O desafio detectado pela OMS encontra aliados como o IBKL para encontrar a sua solução. A educação de profissionais de saúde – da formação à atualização e reciclagem – é o cerne do negócio e o propósito da existência do IBKL. E experiência comprova a cada dia a necessidade de investir na capacitação de pessoas e nos resultados práticos que este investimento traz às instituições de saúde e aos pacientes.

Confira a lista completa no site da OMS clicando aqui. Comece já a fazer parte da solução deste desafio mundial. Entre em contato conosco e leve a melhor solução educacional em treinamento de profissionais de saúde para a sua instituição!